Secretária da Educação admite que sabia de proibição do uso do transporte escolar por alunos de escolas particulares

Durante a sessão legislativa de segunda-feira (19) a vereadora Adalgisa Ward apresentou um áudio onde a Secretária da Educação, Joseane Lopes de Medeiros, admite que sabia da proibição do uso do transporte público para alunos de escolar particulares e mesmo assim autorizou o uso.
O áudio teria sido gravado durante uma reunião entre a secretária e pais dos alunos que eram beneficiados pela autorização. Na gravação fica claro a tentativa de Joseane  em culpar a vereadora pelo proibição do uso do transporte.  
“Eu estou aqui para trabalhar, ajudar o que eu puder e não para brigar com a oposição. Eu não sou candidata à vereadora. Ai vem aí uma turma de gente que quer prejudicar a gente. Agora eu não posso mais fornecer (o transporte) só com ordem judicial”, diz a voz atribuída a secretária da educação.  
Ainda durante o áudio, Joseane admite saber que é proibido o uso do transporte escolar público por estudantes de escolas particulares.
“Sem poder eu autorizei, eu sabia que não podia, mas disse vou ajudar e vem um e quer detonar com a gente”, concluiu a secretária.
Adalgisa disse em sua palavra livre que ficou estarrecida com a situação.
“Eu tenho por obrigação alertar a secretária para que não ocorram irregularidades e ela tenha que responder por isso”, destacou a parlamentar.  
Adalgisa disse que o papel dos vereadores é fazer com que o Executivo cumpra a lei.
Requerimento
A Câmara de Vereadores de Avaré rejeitou, por 7 votos a 6, requerimento que encaminha o áudio para análise do Ministério Público.
Votaram contra o requerimento os vereadores Alessandro Rios (PTB), Ivan Carvalho de Melo (PTB), Carlos Estati (DEM), Roberto Araújo (DEM), Jairinho do Paineiras, Coronel Morelli (PP) e Barreto do Mercado (PT).

OUÇA 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *